Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Associação IPSUM Home

Somos uma associação sem fins lucrativos reconhecida pelo Banco de Portugal, Direção-Geral do Consumidor e pertencemos à Rede de Apoio ao Consumidor Endividado.

Associação IPSUM Home

01.Abr.20

Serviço Gratuito de Aconselhamento Económico-Fincanceiro

Arnaldo Rodrigues
Com o objectivo de fazer face à situação excepcional vivida pelo surto de COVID – 19, a MatosinhosHabit vai manter o serviço gratuito de aconselhamento económico-financeiro aos munícipes e a pequenas empresas. Assegurado através da parceria com a IPSUMHome, a MatosinhosHabit vai continuar a oferecer aos seus munícipes e pequenas empresas o serviço de aconselhamento económico-financeiro, desenvolvido com o objetivo de apoiar os arrendatários municipais que se encontram em (...)
27.Mar.20

A importância da literacia financeira

Arnaldo Rodrigues
A componente financeira faz parte do nosso percurso de vida desde o seu início até ao seu final.  A verdade é que a maioria dos portugueses toma decisões financeiras sem o devido conhecimento que sustenta uma correta decisão. Por exemplo, apenas 1 em cada 10 portugueses é que sabe o significado de taxa Euribor.  Ter conhecimentos de literacia financeira não implica somente estarmos melhor preparados para uma negociação com os bancos, ou para compreender melhor a temática (...)
24.Mar.20

Comunidado Coronavírus

Arnaldo Rodrigues
Neste período difícil de pandemia provocada pelo novo Coronavírus (COVID – 19), a prioridade da MatosinhosHabit é a segurança de todos. Mas queremos assegurar também a disponibilidade dos nossos serviços a todos os que dele necessitam: munícipes e pequenas empresas. Nesta época de grandes dificuldades pretendemos, assim, reforçar o nosso apoio a quem mais precisa. Nesse sentido, o serviço de aconselhamento económico-financeiro, que funciona em parceria com a IPSUMHome, será (...)
19.Mar.20

Coronavírus

Arnaldo Rodrigues
Com a evolução do Covid-19 em Portugal, foi decretado não só os fechos de escolas e universidades, como também a redução do número de espaços públicos, como por exemplo, restaurantes, centros comerciais e até mesmo supermercados.  Cada vez mais tem se sentido a necessidade de apelar aos portugueses para ficarem em casa e cumprirem a quarentena voluntária de forma a que consigamos obter juntos o objetivo de diminuir a propagação do vírus. Em consequência deste isolamento (...)