Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Associação IPSUM Home

Somos uma associação sem fins lucrativos reconhecida pelo Banco de Portugal, Direção-Geral do Consumidor e pertencemos à Rede de Apoio ao Consumidor Endividado.

Associação IPSUM Home

29.Mar.19

As notícias falsas - Crónica Quinzenal

Já por diversas vezes dei conta de como a revolução tecnológica e social que temos assistido muda a vida do ser humano e suas interações. Quer sejam estas interações para com ele próprio, ou para com os outros, ainda acresce a que ele tem com a Internet. Porém, neste vasto mundo online, novos perigos espreitam, muitos deles sem que tenhamos noção.

Sabemos que o conhecimento, a informação, é poder. Que com a informação, podemos mudar o mundo. Contudo, numa altura em que a Internet tem o poder e ferramentas de influenciar a opinião pública, o surgimento de notícias falsas começa a ser cada vez mais debatido. Os perigos são notórios, começando desde logo com o vírus da mentira que é propagado, maioritariamente sem conhecimento de quem partilha essas notícias do seu caráter duvidoso e falso. Desta forma, cada vez mais, se apela a que usemos o senso crítico na leitura de uma notícia. Quer pela capacidade lógica ou pela leitura atenta da notícia e procura de semelhantes, o combate às notícias e informações falsas assume-se uma realidade no SEC. XXI.

Tendo por base estes novos perigos, a IPSUM, estando numa posição social de relevo, tem atenção a estas problemáticas capazes de criar dúvidas nos seus utentes e leitores das suas plataformas online. Com isto, tenho de destacar o trabalho feito pela equipa ao partilhar somente no blog as notícias credíveis de fontes e realmente relevantes. Com esta missão social, torna-se possível a sensibilização para as temáticas importantes e, sobretudo, para a informação correta e rigorosa.

Apelamos também a si, leitor assiduo, na atenção às notícias muitas das vezes difundidas nas redes sociais, com base na leitura crítica e cuidada de forma a acabar com este flagelo dos dias modernos. 

 

- Diogo Simões

27.Mar.19

Apoio à População

Se já ouviu falar da Associação Ipsum Home e ainda assim não percebeu o nosso trabalho junto da população, assista às nossas sessões de esclarecimento.

Tratam-se de apresentações breves onde também existe espaço para o diálogo e troca de experiências. Queremos chegar ao máximo número de famílias e que nos ajude também a passar a palavra.

2019.03.06 PMAA_1.jpg

Fale connosco!

Venha visitar-nos.

 

20.Mar.19

Testemunhos

Neste Dia Internacional da Felicidade, certamente ficaria feliz se existissem menos dificuldades financeiras. Nós podemos dar uma ajuda na análise do seu orçamento e eliminar ou renegociar despesas já existentes.

Esta é a melhor forma de preparar um futuro sem preocupações. Venha visitar-nos também na Matosinhos Habit.

Parafraseando esta utente: “Com tantas dificuldades deixei de sorrir, preciso de ajuda para a gestão das minhas despesas mensais.”

testemunhos.png

Fale connosco!

Marque a sua reunião.

18.Mar.19

Tenha atenção com o crédito fácil !!

O “alerta público” foi emitido pelo Banco de Portugal no mês passado, e são várias as situações reportadas a esta entidade. (https://bit.ly/2HDg9c5)

2019-03-18.png

O problema reside na concessão de crédito por pessoas e instituições que não estão autorizadas a fazê-lo. Os consumidores na procura de créditos fáceis acabam por se ver envolvidos em situações de “perda de habitação própria ou dívidas bem mais elevadas que o crédito” que pediram.

Muitos dos lesados procuram este tipo de crédito pela “rapidez e facilidade” prometidas em páginas da Internet, anúncios nos jornais e publicidades deixadas nas caixas de correio . Por detrás desses meios estão pessoas e entidades que em troca pedem a transferência da propriedade de bens imóveis, como a habitação e/ou de bens móveis, como automóveis. Agravando a situação estão ainda as taxas de juros anuais “negociadas” por essas entidades, que em muitos casos chegam a ultrapassar os 300%.
Os consumidores acabam por entrar numa situação de maior endividamento, e até mesmo de incumprimento, tendo que entregar as suas casas, carros e outros bens pessoais.

Desta forma, o Banco de Portugal alerta para estas “práticas ilegais e apela à queixa” relembrando que as actividades de concessão de crédito estão reservadas a entidades habilitadas, registadas e reconhecidas.

By - Marta Brito

@fundacaoedp
@ates
@universidade catolica
@catolicaporto
@incentivar a partilha
@CamaraMunicipalMatosinhos
@Matosinhoshabitempresamunicipal
@camaramunicipaldoporto
@municipiomaia
@municipiopenafiel
@camaramunicipalgondomar
@municipioparedes
@dgconsumidor
@bancodeportugal
#Fundação EDP
#ATES - Área Transversal de Economia Social da Católica Porto
#Universidade Católica Portuguesa
#Católica Porto
#Incentivar Partilha - Associação
#Câmara Municipal de Matosinhos
#MatosinhosHabit
#Câmara Municipal do Porto
#Câmara Municipal da Maia
#Câmara Municipal Penafiel
#Câmara Municipal de Gondomar
#Câmara Municipal de Paredes
#Direcao Geral do Consumidor
#Banco de Portugal

Pág. 1/2