Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Associação IPSUM Home

Somos uma associação sem fins lucrativos reconhecida pelo Banco de Portugal, Direção-Geral do Consumidor e pertencemos à Rede de Apoio ao Consumidor Endividado.

Associação IPSUM Home

27.Mar.20

A importância da literacia financeira

i m p o r t â n c i a.png

A componente financeira faz parte do nosso percurso de vida desde o seu início até ao seu final. 

A verdade é que a maioria dos portugueses toma decisões financeiras sem o devido conhecimento que sustenta uma correta decisão. Por exemplo, apenas 1 em cada 10 portugueses é que sabe o significado de taxa Euribor. 

Ter conhecimentos de literacia financeira não implica somente estarmos melhor preparados para uma negociação com os bancos, ou para compreender melhor a temática económica e financeira. Ter conhecimentos de literacia também faz de nós pessoas mais livres, pois sabemos quanto, quando e como gastamos o nosso dinheiro. 

Todos nós temos que administrar dinheiro eventualmente nas nossas vidas e termos essa recompensa nas nossas carteiras é algo que exige responsabilidade, visto que temos que o saber gerir muito bem de modo a evitar os problemas financeiros. Por isso, uma pessoa que procura instruir-se e saber mais sobre as temáticas financeiras estará a crescer em liberdade. Temos que interiorizar que nós é que devemos controlar o dinheiro e não o contrário.

 

@fundacaoedp @ates @universidadecatolica @catolicaporto @incentivarapartilha @CamaraMunicipalMatosinhos @Matosinhoshabitempresamunicipal @camaramunicipaldoporto @municipiomaia @municipiopenafiel @camaramunicipalgondomar @municipioparedes @dgconsumidor @bancodeportugal

#FundaçãoEDP #ATESÁreaTransversaldeEconomiaSocialdaCatólicaPorto #UniversidadeCatólicaPortuguesa #CatólicaPorto #IncentivarPartilhaAssociação #CâmaraMunicipaldeMatosinhos #MatosinhosHabit #CâmaraMunicipaldoPorto #CâmaraMunicipaldaMaia #CâmaraMunicipalPenafiel #CâmaraMunicipaldeGondomar #CâmaraMunicipaldeParedes #DirecaoGeraldoConsumidor #BancodePortugal

24.Mar.20

Comunidado Coronavírus

A C O N S E L H A M E N TO.png

Neste período difícil de pandemia provocada pelo novo Coronavírus (COVID – 19), a prioridade da MatosinhosHabit é a segurança de todos. Mas queremos assegurar também a disponibilidade dos nossos serviços a todos os que dele necessitam: munícipes e pequenas empresas. Nesta época de grandes dificuldades pretendemos, assim, reforçar o nosso apoio a quem mais precisa.

Nesse sentido, o serviço de aconselhamento económico-financeiro, que funciona em parceria com a IPSUMHome, será assegurado através da seguinte forma:

Atendimento telefónico

e/ou

Videoconferência

 

As marcações devem ser feitas através do número de telefone 229.399.990 ou do endereço de mail: geral@matosinhoshabit.pt

Respeitem as indicações dadas pelas entidades de saúde.

Fiquem seguros e cuidem uns dos outros!

 

@fundacaoedp @ates @universidadecatolica @catolicaporto @incentivarapartilha @CamaraMunicipalMatosinhos @Matosinhoshabitempresamunicipal @camaramunicipaldoporto @municipiomaia @municipiopenafiel @camaramunicipalgondomar @municipioparedes @dgconsumidor @bancodeportugal

#FundaçãoEDP #ATESÁreaTransversaldeEconomiaSocialdaCatólicaPorto #UniversidadeCatólicaPortuguesa #CatólicaPorto #IncentivarPartilhaAssociação #CâmaraMunicipaldeMatosinhos #MatosinhosHabit #CâmaraMunicipaldoPorto #CâmaraMunicipaldaMaia #CâmaraMunicipalPenafiel #CâmaraMunicipaldeGondomar #CâmaraMunicipaldeParedes #DirecaoGeraldoConsumidor #BancodePortugal

19.Mar.20

Coronavírus

19.03.png

Com a evolução do Covid-19 em Portugal, foi decretado não só os fechos de escolas e universidades, como também a redução do número de espaços públicos, como por exemplo, restaurantes, centros comerciais e até mesmo supermercados. 

Cada vez mais tem se sentido a necessidade de apelar aos portugueses para ficarem em casa e cumprirem a quarentena voluntária de forma a que consigamos obter juntos o objetivo de diminuir a propagação do vírus.

Em consequência deste isolamento social é normal que se sinta mais ansioso e stressado. Por isso, com esta publicação pretendemos dar-lhe algumas dicas para fazer face a esses sentimentos. 

  • Mantenha o contacto com familiares e amigos, mas claro à distância- é importante que durante este período consiga falar na mesma com pessoas que gosta e confia de modo a reduzir a ansiedade e solidão que possa sentir. Por isso, recorra ao telefone, às videochamadas, ao email ou às redes sociais. É fundamental que mesmo isolado consiga comunicar com outras pessoas. 
  • Realize atividades que goste- Aproveite este tempo para exercer atividades que lhe dão mais prazer, como ler livros, ver filmes, séries ou programas de televisão.
  • Faça exercício físico- Nos dias de hoje, não é preciso sair de casa para fazer exercício físico, recorra às aplicações existentes sobre esse tópico ou aos vídeos disponíveis no youtube e no instagram, visto que até tem havido diretos nos instastories com esse objetivo. 
  • Mantenha as suas rotinas dentro do possível- Apesar da pandemia Coronavírus provocar alterações nas rotinas, é importante que consiga manter algumas das suas atividades habituais, como por exemplo, levantar à hora habitual, vestir-se, fazer as refeições às horas do costume. Mantenha a organização fazendo lista de tarefas a executar durante o dia. 

Por último, lembre-se fica em casa, faça isso por todos nós. 

@fundacaoedp @ates @universidadecatolica @catolicaporto @incentivarapartilha @CamaraMunicipalMatosinhos @Matosinhoshabitempresamunicipal @camaramunicipaldoporto @municipiomaia @municipiopenafiel @camaramunicipalgondomar @municipioparedes @dgconsumidor @bancodeportugal

#FundaçãoEDP #ATESÁreaTransversaldeEconomiaSocialdaCatólicaPorto #UniversidadeCatólicaPortuguesa #CatólicaPorto #IncentivarPartilhaAssociação #CâmaraMunicipaldeMatosinhos #MatosinhosHabit #CâmaraMunicipaldoPorto #CâmaraMunicipaldaMaia #CâmaraMunicipalPenafiel #CâmaraMunicipaldeGondomar #CâmaraMunicipaldeParedes #DirecaoGeraldoConsumidor #BancodePortugal

16.Mar.20

Como ler mais e gastar pouco dinheiro?

Prancheta 1.png

Ler permite-nos abrir portas para outros universos, adquirir novos conhecimentos, passar o nosso tempo livre, tornando-se, deste modo, um excelente amigo. 

Para os amantes de leitura e mesmo para aqueles que pretendem começar a ler, existem alternativas que permitem ler mais e gastar menos dinheiro na compra de livros. Desta forma, estará a ocupar o seu tempo e ao mesmo tempo a gastar pouco dinheiro. Para isso, damos-lhe as seguintes dicas.

  • Comprar Online- existem livrarias online como a Wook e a Bertrand que usualmente lançam promoções. Além disso, com a compra online é ainda possível comparar preços entre diferentes livrarias. 
  • Comprar um e-reader- Apesar de representar um investimento inicial elevado, a longo prazo acaba por compensar, uma vez que conseguirá ler centenas de livros sem pagar mais por isso e, por norma, os livros são muito mais baratos. As principais marcas de e-readers são a Kindle e a Kobo, sendo que os preços variam entre 90€ a 250€.
  • Comprar em segunda-mão- Hoje em dia, plataformas como a OLX permitem-lhe encontrar livros já utilizados a preços mais acessíveis do que nas livrarias. Assim, estará a dar uma segunda vida a esse livro e a poupar dinheiro. 
  • Pedir emprestado- Tem um amigo ou amiga, primo ou prima, que já leu aquele livro que tanto queria? Aproveite e peça-lhe esse livro ou outros emprestados. Podem ainda partilhar uma lista de livros que gostariam de ler e dividirem os custos. 

 

@fundacaoedp @ates @universidadecatolica @catolicaporto @incentivarapartilha @CamaraMunicipalMatosinhos @Matosinhoshabitempresamunicipal @camaramunicipaldoporto @municipiomaia @municipiopenafiel @camaramunicipalgondomar @municipioparedes @dgconsumidor @bancodeportugal

#FundaçãoEDP #ATESÁreaTransversaldeEconomiaSocialdaCatólicaPorto #UniversidadeCatólicaPortuguesa #CatólicaPorto #IncentivarPartilhaAssociação #CâmaraMunicipaldeMatosinhos #MatosinhosHabit #CâmaraMunicipaldoPorto #CâmaraMunicipaldaMaia #CâmaraMunicipalPenafiel #CâmaraMunicipaldeGondomar #CâmaraMunicipaldeParedes #DirecaoGeraldoConsumidor #BancodePortugal

Pág. 1/2