Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Associação IPSUM Home

Somos uma associação sem fins lucrativos reconhecida pelo Banco de Portugal, Direção-Geral do Consumidor e pertencemos à Rede de Apoio ao Consumidor Endividado.

Associação IPSUM Home

10.Set.20

É possível incluir despesas feitas no estrangeiro no IRS?

DESPESAS.png

Sim, é possível incluir no IRS despesas feitas no estrangeiro. No entanto, só podem ser despesas de saúde, educação e encargos com habitação. Além disso, é importante sublinhar que só são igualmente aceites as faturas cujas despesas tenham sido realizadas em países da União Europeia e do Espaço Económico Europeu. 

 

O que deve fazer para incluir as despesas feitas no estrangeiro no IRS?

Primeiramente, deve guardar as faturas de todas as despesas efetuadas no estrangeiro. Estas serão necessárias não só serem introduzidas manualmente no Portal e-fatura, como também existe uma forte probabilidade de a Autoridade Tributária o chamar a fim de apresentar os documentos comprovativos. 

 

Quais são os passos para registrar as despesas do estrangeiro no e-fatura?

  • Aceder ao Portal das Finanças
  • Escolher a opção e-fatura
  • Selecionar a opção Faturas
  • Clicar em Consumidor
  • Digitar o Número de Identificação Fiscal e a senha de acesso pessoal ao Portal das Finanças
  • Clicar em Registar faturas
  • Clicar em Registe-a aqui
  • Registar os dados da fatura

 

@fundacaoedp @ates @universidadecatolica @catolicaporto @incentivarapartilha @CamaraMunicipalMatosinhos @Matosinhoshabitempresamunicipal @camaramunicipaldoporto @municipiomaia @municipiopenafiel @camaramunicipalgondomar @municipioparedes @dgconsumidor @bancodeportugal

 

#FundaçãoEDP #ATESÁreaTransversaldeEconomiaSocialdaCatólicaPorto #UniversidadeCatólicaPortuguesa #CatólicaPorto #IncentivarPartilhaAssociação #CâmaraMunicipaldeMatosinhos #MatosinhosHabit #CâmaraMunicipaldoPorto #CâmaraMunicipaldaMaia #CâmaraMunicipalPenafiel #CâmaraMunicipaldeGondomar #CâmaraMunicipaldeParedes #DirecaoGeraldoConsumidor #BancodePortugal

 

07.Set.20

Simplex 2020/2021

simplex.png

O que é o Simplex?

O Simplex é um programa de modernização da Administração Pública. Este tem como principal objetivo simplificar a burocracia e tornar os processos mais simples e acessíveis não só para os cidadãos, mas igualmente para as empresas. O simplex já fora criado em 2006 e mudou imenso o modo como a Administração Pública presta os seus serviços. Em meados de julho de 2020, surgiu o Simplex 20/21 que inclui medidas adaptadas à nova realidade após o início da pandemia. 

Desta forma, sublinhamos, nas linhas abaixo, algumas das novas medidas introduzidas que consideramos as mais importantes na vida das famílias. 

  • IRS e IVA automáticos: O Simplex 20/21 promete o alargamento do IRS Automático e do IVA Automático +, com o propósito de simplificar o cumprimento das obrigações fiscais. 
  • Declarações da Segurança Social na hora: Esta medida permitirá solicitar e obter declarações online na Segurança Social Direta. 
  • Pensão na Hora: Os cidadãos poderão pedir a sua pensão online por intermédio do site Segurança Social Direta.
  • Declarar Atividade: Com este programa declarar o início, alteração e cessação de atividade passará a ser um procedimento consideravelmente mais simples.
  • Matrículas, transferência de escola e inscrição online em provas e exames: Com o objetivo de reduzir o atendimento presencial, esta medida permite aos pais pedir transferência de escola dos filhos e proceder ao registo de todos os processos de matrícula de uma forma mais ágil. 

@fundacaoedp @ates @universidadecatolica @catolicaporto @incentivarapartilha @CamaraMunicipalMatosinhos @Matosinhoshabitempresamunicipal @camaramunicipaldoporto @municipiomaia @municipiopenafiel @camaramunicipalgondomar @municipioparedes @dgconsumidor @bancodeportugal

#FundaçãoEDP #ATESÁreaTransversaldeEconomiaSocialdaCatólicaPorto #UniversidadeCatólicaPortuguesa #CatólicaPorto #IncentivarPartilhaAssociação #CâmaraMunicipaldeMatosinhos #MatosinhosHabit #CâmaraMunicipaldoPorto #CâmaraMunicipaldaMaia #CâmaraMunicipalPenafiel #CâmaraMunicipaldeGondomar #CâmaraMunicipaldeParedes #DirecaoGeraldoConsumidor #BancodePortugal

02.Set.20

Saiba como preparar o seu orçamento para o pós-moratória

INSOLVÊNCIA (1).png

Ainda que muitas famílias se encontrem numa situação financeira delicada devido à não recuperação de empregos ou rendimentos, para aqueles que têm ainda alguma margem o mais indicado é começar a preparar o retomar do pagamento das prestações. 

Deste modo, caso tenha perdido rendimentos é extremamente importante reorganizar as suas finanças pessoais para que seja possível ajustar-se a esta nova realidade. Além disso, é igualmente relevante reduzir outros gastos para além das prestações. 

É neste sentido que elaborar o orçamento familiar é fundamental porque assim consegue compreender a relação entre as suas despesas e receitas e perceber em que ponto estão as suas contas. 

É essencial que durante esta fase tenha algum rigor no modo como é feita a gestão do dinheiro disponível, poupando sempre o máximo que conseguir. Além de reduzir os seus gastos, pode sempre que possível aumentar as suas receitas através da venda de artigos que não necessita ou transformando um hobby num part-time. 

@fundacaoedp @ates @universidadecatolica @catolicaporto @incentivarapartilha @CamaraMunicipalMatosinhos @Matosinhoshabitempresamunicipal @camaramunicipaldoporto @municipiomaia @municipiopenafiel @camaramunicipalgondomar @municipioparedes @dgconsumidor @bancodeportugal

 

#FundaçãoEDP #ATESÁreaTransversaldeEconomiaSocialdaCatólicaPorto #UniversidadeCatólicaPortuguesa #CatólicaPorto #IncentivarPartilhaAssociação #CâmaraMunicipaldeMatosinhos #MatosinhosHabit #CâmaraMunicipaldoPorto #CâmaraMunicipaldaMaia #CâmaraMunicipalPenafiel #CâmaraMunicipaldeGondomar #CâmaraMunicipaldeParedes #DirecaoGeraldoConsumidor #BancodePortugal

Pág. 2/2