Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Associação IPSUM Home

Somos uma associação sem fins lucrativos reconhecida pelo Banco de Portugal, Direção-Geral do Consumidor e pertencemos à Rede de Apoio ao Consumidor Endividado.

Associação IPSUM Home

17.Mar.21

Compras em supermercados online

de poupança.png

Optar por fazer compras em supermercados online começou a fazer parte de uma das escolhas de muitos portugueses devido à pandemia. No entanto, é preciso ter determinados cuidados para averiguar as compras que efetua. 

-Comparar produtos entre supermercados

 Tendo em conta que através da Internet é possível fazer mais facilmente comparações, pode fazê-las entre produtos de diferentes marcas e tirar proveito das promoções que lhe mais interessam. 

-Ter em conta o método de pagamento

Ao efetuar o seu pagamento online, é importante verificar a segurança do site através do URL. Além disso, pode sempre optar por cartões digitais temporários que pode criar no homebanking ou por intermédio do MBWay. 

-Verificar tudo antes de efetuar a compra

Pode ser fácil comprar em quantidade superior à desejada em supermercados online, porque pode carregar duas vezes no mesmo produto, ou porque clica no botão errado. Por isso, quando estiver prestes a fazer o pagamento, verifique novamente a sua lista de compras. 

@fundacaoedp @ates @universidadecatolica @catolicaporto @incentivarapartilha @CamaraMunicipalMatosinhos @Matosinhoshabitempresamunicipal @camaramunicipaldoporto @municipiomaia @municipiopenafiel @camaramunicipalgondomar @municipioparedes @dgconsumidor @bancodeportugal

#FundaçãoEDP #ATESÁreaTransversaldeEconomiaSocialdaCatólicaPorto #UniversidadeCatólicaPortuguesa #CatólicaPorto #IncentivarPartilhaAssociação #CâmaraMunicipaldeMatosinhos #MatosinhosHabit #CâmaraMunicipaldoPorto #CâmaraMunicipaldaMaia #CâmaraMunicipalPenafiel #CâmaraMunicipaldeGondomar #CâmaraMunicipaldeParedes #DirecaoGeraldoConsumidor #BancodePortugal 

 

10.Mar.21

Dicas de Poupança com a saúde

dicas.png

Existe um conjunto de dicas que podem ser úteis no sentido de evitar que consultas, análises, exames, entre outros, sejam uma despesa demasiado grande para o seu orçamento mensal. 

Poupar na saúde não significa um acesso menor aos cuidados de saúde, mas sim um acesso mais regular de modo a prevenir situações que envolvam despesas maiores. 

Ter um estilo de vida saudável

Um estilo de vida saudável proporciona um conjunto de benefícios não só mentais como físicos, que passam pela gestão do stress, a atividade física, cuidados a ter com o sono, entre outros. 

Ir ao médico com frequência

É crucial ir ao médico com regularidade de modo a vigiar a sua saúde. 

Analisar bem antes de contratar um seguro de saúde

Uma boa análise vai ajudá-lo a poupar tempo e dinheiro com um seguro de saúde, uma vez que evita coberturas desnecessárias e vai conseguir encontrar o seguro mais económico.

Optar por medicamentos genéricos

Os medicamentos genéricos são por norma mais baratos e acabam por ter o mesmo princípio e efeito que os seus equivalentes. 

@fundacaoedp @ates @universidadecatolica @catolicaporto @incentivarapartilha @CamaraMunicipalMatosinhos @Matosinhoshabitempresamunicipal @camaramunicipaldoporto @municipiomaia @municipiopenafiel @camaramunicipalgondomar @municipioparedes @dgconsumidor @bancodeportugal

 

#FundaçãoEDP #ATESÁreaTransversaldeEconomiaSocialdaCatólicaPorto #UniversidadeCatólicaPortuguesa #CatólicaPorto #IncentivarPartilhaAssociação #CâmaraMunicipaldeMatosinhos #MatosinhosHabit #CâmaraMunicipaldoPorto #CâmaraMunicipaldaMaia #CâmaraMunicipalPenafiel #CâmaraMunicipaldeGondomar #CâmaraMunicipaldeParedes #DirecaoGeraldoConsumidor #BancodePortugal

05.Mar.21

Comprar uma casa: como poupar

#F4F9FF (3).png

Como a compra de uma casa envolve um investimento avultado, deve ser um passo bem estudado e planeado. Por isso, comprar uma casa simboliza um conjunto de passos que devem ser devidamente medidos. 

É elegível para crédito?

Antes de começar a procurar uma casa deve verificar junto das instituições bancárias se é elegível ou não para crédito. Até contratar um crédito habitação deve procurar as melhores condições de financiamento junto de diversas entidades bancárias. 

Os seus objetivos são quantificáveis?

Os seus objetivos quanto ao valor de poupança que precisa de fazer e os custos envolventes devem ser concretizáveis e facilmente quantificáveis. As questões que se deve fazer após fazer estas contas são: "consigo poupar este valor mensalmente? Devo redefinir os objetivos? Devo conseguir rendimentos extra?"

Fazer um planeamento financeiro é uma boa opção?

Sim! Após saber qual é o valor do imóvel e de quanto é que deve poupar, é necessário analisar o seu orçamento familiar.  Veja as nossas dicas no blog da associação: https://ipsumhome.blogs.sapo.pt/como-gerir-um-orcamento-familiar-70421 

@fundacaoedp @ates @universidadecatolica @catolicaporto @incentivarapartilha @CamaraMunicipalMatosinhos @Matosinhoshabitempresamunicipal @camaramunicipaldoporto @municipiomaia @municipiopenafiel @camaramunicipalgondomar @municipioparedes @dgconsumidor @bancodeportugal

 

#FundaçãoEDP #ATESÁreaTransversaldeEconomiaSocialdaCatólicaPorto #UniversidadeCatólicaPortuguesa #CatólicaPorto #IncentivarPartilhaAssociação #CâmaraMunicipaldeMatosinhos #MatosinhosHabit #CâmaraMunicipaldoPorto #CâmaraMunicipaldaMaia #CâmaraMunicipalPenafiel #CâmaraMunicipaldeGondomar #CâmaraMunicipaldeParedes #DirecaoGeraldoConsumidor #BancodePortugal 

02.Mar.21

Fiquei desempregado, e agora?

fiquei.png

A primeira coisa a fazer se ficou desempregado é manter-se otimista, tal como o ditado popular afirma “quando se fecha uma porta, abre-se uma janela”. É importante informar-se corretamente sobre os apoios aos quais tem direito de usufruir.

D I R E I T O S    D E    Q U E M    E S T Á    D E S E M P R E G A D O

Em contexto de perda involuntária de emprego, o Estado dá-lhe a oportunidade de ativar a proteção no desemprego. Ativando esta proteção, o desempregado terá direito ao subsídio, através do qual o Estado lhe concede uma prestação mensal de modo a fazer face à falta de rendimentos. 

Quem é elegível?

-residir em território nacional;

-encontrar-se em situação de desemprego involuntário;

-estar inscrito para procura de emprego no centro de emprego da área de residência;

-estar capacitado e disponível para trabalhar;

-cumprir o prazo de garantia: tem de ter trabalhado, como contratado e descontado, nesta qualidade, para a Segurança Social ou para outro regime obrigatório de proteção social durante pelo menos 360 dias, nos 24 meses imediatamente anteriores à data em que ficou desempregado

@fundacaoedp @ates @universidadecatolica @catolicaporto @incentivarapartilha @CamaraMunicipalMatosinhos @Matosinhoshabitempresamunicipal @camaramunicipaldoporto @municipiomaia @municipiopenafiel @camaramunicipalgondomar @municipioparedes @dgconsumidor @bancodeportugal

 

#FundaçãoEDP #ATESÁreaTransversaldeEconomiaSocialdaCatólicaPorto #UniversidadeCatólicaPortuguesa #CatólicaPorto #IncentivarPartilhaAssociação #CâmaraMunicipaldeMatosinhos #MatosinhosHabit #CâmaraMunicipaldoPorto #CâmaraMunicipaldaMaia #CâmaraMunicipalPenafiel #CâmaraMunicipaldeGondomar #CâmaraMunicipaldeParedes #DirecaoGeraldoConsumidor #BancodePortugal