Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Associação IPSUM Home

Somos uma associação sem fins lucrativos reconhecida pelo Banco de Portugal, Direção-Geral do Consumidor e pertencemos à Rede de Apoio ao Consumidor Endividado.

Associação IPSUM Home

17.Jul.19

A importância da Formação Financeira

Associação IPSUM Home
Plano Nacional de Formação Financeira   Lançado em 2011 pelo Conselho Nacional de Supervisores Financeiros (Banco de Portugal, Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões e Comissão do Mercado de Valores Mobiliários), o Plano Nacional de Formação Financeira visa contribuir para elevar o nível de conhecimentos financeiros da população e promover a adoção de comportamentos financeiros adequados. O Plano Nacional de Formação Financeira assume uma visão agregadora dos p (...)
15.Jul.19

Manuais Escolares Gratuitos

Arnaldo Rodrigues
No ano letivo 2019/2020, a distribuição gratuita de manuais escolares passará a abranger os 12 anos de escolaridade obrigatória para alunos do ensino público.   A obtenção dos manuais será feita consoante a apresentação de vouchers em livrarias aderentes ou escolas, dependendo se forem livros novos ou reutilizados. Os (...)
10.Jul.19

MB Way - Devemos usar?

Associação IPSUM Home
As alterações que a MBWay tem sofrido ao longo do tempo merecem uma reflexão sobre o seu uso. Sem dúvida que o serviço é útil, mas o facto de ter sido implementado custos, fez com que se tornasse menos apelativo. Claro que os bancos encontraram uma alternativa, o uso do serviço através da aplicação do seu webservice. Como temos vindo a sugerir ao longo dos anos, temos o dever de reduzir todos os custos e no que respeita aos serviços bancários devemos redobrar a atenção. Pro (...)
08.Jul.19

Eleições na Grécia: Maioria Absoluta à Direita

Arnaldo Rodrigues
Com 86% dos votos, o partido Nova Democracia, comparável ao CDS-PP português, vence as últimas eleições legislativas na Grécia, segurando 158 lugares no parlamento.   Os resultados representam uma derrota esmagadora para o SYRIZA, coligação de extrema-esquerda liderada pelo anterior primeiro-ministro grego, Aléxis Tsípras. Fica assim apenas com 86 lugares. As causas para tal mudança serão maioritariamente de foro económico, visto que o governo anterior foi pouco eficaz no (...)