Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Associação IPSUM Home

Somos uma associação sem fins lucrativos reconhecida pelo Banco de Portugal, Direção-Geral do Consumidor e pertencemos à Rede de Apoio ao Consumidor Endividado.

Associação IPSUM Home

24.Jan.20

Como Gerir um Orçamento Familiar Apertado

 

como gerir um orçamento familiar apertado.png

 

Ter um orçamento equilibrado é equivalente a estar bem em família, com os amigos ou no local de trabalho. Pelo contrário, quem tem um orçamento familiar que não está equilibrado vive emocionalmente mais instável e com níveis de preocupação que conduzem a um pior ambiente familiar, social e laboral.

Um orçamento familiar necessita de ser muito bem gerido, mas para isso é essencial manter a calma para não perder lucidez sobre as opções necessárias e as decisões a tomar. Deste modo, dar-lhe-emos algumas dicas para conseguir gerir melhor o seu orçamento mesmo numa situação de crise financeira familiar.

Primeiramente, para controlar o seu orçamento familiar é preciso definir aquilo que é prioritário e aquilo que pode dispensar. Em situação de crise temos de ser rigorosos e exigentes ao ponto de excluir aquilo que até gostaríamos de ter mas que não é essencial. Certamente que temos despesas em bens ou serviços que valorizamos bastante, contudo, consomem muitos recursos financeiros que são necessários para as despesas prioritárias.

Em segundo lugar, é muito importante fazer uma lista com todas as despesas. Muitas vezes só nos lembramos das despesas prioritárias, no entanto, a verdade é que há muito mais despesas do que estas. Por vezes, desconsideramos essas outras despesas, porque achamos que são pouco frequentes e de valores reduzidos.

A partir do momento em que se faz uma lista de todas as despesas de um mês, percebemos que afinal gastamos mais dinheiro em estética do que pensávamos. Afinal, aquele café diário depois do almoço ou do jantar tem um impacto de quase 20 euros ao fim do mês. Depois de ter a lista das suas despesas procure eliminar ou, pelo menos, reduzir todas as que não são prioritárias. 

Por último, identifique outras fontes de rendimento. O dinamismo do mercado permite que cada vez mais pessoas possam pôr a render as suas competências. É verdade que há um desemprego muito elevado, mas também é verdade que há novas formas laborais que poderão ser muito úteis, através, por exemplo, da ajuda das redes sociais. 

@fundacaoedp @ates @universidadecatolica @catolicaporto @incentivarapartilha @CamaraMunicipalMatosinhos @Matosinhoshabitempresamunicipal @camaramunicipaldoporto @municipiomaia @municipiopenafiel @camaramunicipalgondomar @municipioparedes @dgconsumidor @bancodeportugal

#FundaçãoEDP #ATESÁreaTransversaldeEconomiaSocialdaCatólicaPorto #UniversidadeCatólicaPortuguesa #CatólicaPorto #IncentivarPartilhaAssociação #CâmaraMunicipaldeMatosinhos #MatosinhosHabit #CâmaraMunicipaldoPorto #CâmaraMunicipaldaMaia #CâmaraMunicipalPenafiel #CâmaraMunicipaldeGondomar #CâmaraMunicipaldeParedes #DirecaoGeraldoConsumidor #BancodePortugal