Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Associação IPSUM Home

Somos uma associação sem fins lucrativos reconhecida pelo Banco de Portugal, Direção-Geral do Consumidor e pertencemos à Rede de Apoio ao Consumidor Endividado.

Associação IPSUM Home

19.Fev.20

Como Poupar Energia e Dinheiro com o Frigorífico

19.02.png

O Frigorífico é um objeto essencial e fundamental ao nosso bem-estar. Este pode ser o responsável pela poupança ou, pelo contrário, desperdício de dinheiro consoante a nossa correta ou não utilização. Neste sentido, dar-lhe-emos dicas para poupar dinheiro através da correta utilização do seu frigorífico. 

Se mantiver o seu frigorífico bem higienizado e organizado, evita o consumo desnecessário de energia e o desperdício de alimentos. 

Existem, por isso, formas para organizar o seu frigorífico e, por conseguinte, poupar energia. 

Primeiramente, a correta manutenção do frigorífico e os cuidados com a sua higienização são cruciais na poupança de energia. Por isso, diariamente ou semanalmente deve verificar todos os alimentos que possui no frigorífico e descartar aqueles que já estão fora de prazo ou em más condições e limpar com um pano húmido as prateleiras, gavetas e borrachas. Além disso, de 3 em 3 meses ou no mínimo duas vezes por ano, mesmo que o seu frigorífico não tenha a função defrost é fundamental fazer a descongelação manualmente. 

Posteriormente à limpeza, é a vez de organizar os alimentos no sítio certo de maneira a que seja mais fácil encontrá-los. Cada alimento tem um local específico no frigorífico, pois a temperatura não é toda igual dentro deste. Na prateleira superior, deve guardar alimentos já confecionados, como restos de refeições, sandes, charcutaria, alimentos embalados, entre outros. Na prateleira Intermédia ou Inferior, em que, regra geral, é o local mais frio do frigorífico, é o perfeito para guardar alimentos que se estragam com mais facilidade, tais como: laticínios, carne e peixe, ovos, etc. Nas gavetas de guardar frutas e legumes. Como a porta do frigorífico abre e fecha várias vezes, é o local onde a temperatura é mais baixa e que sofre mais oscilações. Por isso, é onde deve guardar alimentos menos sensíveis às variações de temperatura, como por exemplo, molhos e temperos, manteiga ou margarina, bebidas não lácteas (sumos, água, chá) e conservas. 

Por último, quando se ausentar de casa por um longo período de tempo, tente, antecipadamente, esvaziar o frigorífico, descongelá-lo, limpá-lo e deixá-lo desligado, com as portas abertas. Com isto consegue poupar energia e evitar surpresas desagradáveis aquando o regresso a casa. 

 

@fundacaoedp @ates @universidadecatolica @catolicaporto @incentivarapartilha @CamaraMunicipalMatosinhos @Matosinhoshabitempresamunicipal @camaramunicipaldoporto @municipiomaia @municipiopenafiel @camaramunicipalgondomar @municipioparedes @dgconsumidor @bancodeportugal

#FundaçãoEDP #ATESÁreaTransversaldeEconomiaSocialdaCatólicaPorto #UniversidadeCatólicaPortuguesa #CatólicaPorto #IncentivarPartilhaAssociação #CâmaraMunicipaldeMatosinhos #MatosinhosHabit #CâmaraMunicipaldoPorto #CâmaraMunicipaldaMaia #CâmaraMunicipalPenafiel #CâmaraMunicipaldeGondomar #CâmaraMunicipaldeParedes #DirecaoGeraldoConsumidor #BancodePortugal

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.