Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Associação IPSUM Home

Somos uma associação sem fins lucrativos reconhecida pelo Banco de Portugal, Direção-Geral do Consumidor e pertencemos à Rede de Apoio ao Consumidor Endividado.

Associação IPSUM Home

16.Jul.20

Dinheiro na conta à ordem: quais os perigos para a sua intenção de poupar

D I N H E I R O.png

Nos últimos meses têm-se verificado que as famílias portuguesas optaram por ter o dinheiro parado à ordem em vez de o ter colocado em depósitos a prazo.

Este movimento deve-se sobretudo à queda contínua das taxas de juro que, consequentemente, desincentivam a subscrição de depósitos a prazo. Porém, tal é igualmente sinal de desistência em poupar dinheiro, porque na realidade existem dois grandes perigos associados ao ter dinheiro na conta à ordem. 

  • Aumenta a tentação no momento de consumir. Inúmeras são as famílias que têm as suas poupanças à ordem e que acabam por gastar muito mais dinheiro, simplesmente porque está mais facilmente disponível.
  • A não aplicação das nossas poupanças é sinónimo de “queimar dinheiro”, dado que a inflação acabará por retirar poder de compra.

Não nos esqueçamos que é nos momentos de maior incerteza que a poupança mais falta faz. 

@fundacaoedp @ates @universidadecatolica @catolicaporto @incentivarapartilha @CamaraMunicipalMatosinhos @Matosinhoshabitempresamunicipal @camaramunicipaldoporto @municipiomaia @municipiopenafiel @camaramunicipalgondomar @municipioparedes @dgconsumidor @bancodeportugal

 

#FundaçãoEDP #ATESÁreaTransversaldeEconomiaSocialdaCatólicaPorto #UniversidadeCatólicaPortuguesa #CatólicaPorto #IncentivarPartilhaAssociação #CâmaraMunicipaldeMatosinhos #MatosinhosHabit #CâmaraMunicipaldoPorto #CâmaraMunicipaldaMaia #CâmaraMunicipalPenafiel #CâmaraMunicipaldeGondomar #CâmaraMunicipaldeParedes #DirecaoGeraldoConsumidor #BancodePortugal

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.