Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Associação IPSUM Home

Somos uma associação sem fins lucrativos reconhecida pelo Banco de Portugal, Direção-Geral do Consumidor e pertencemos à Rede de Apoio ao Consumidor Endividado.

Associação IPSUM Home

08.Jun.20

Sugestões para a sua vida financeira no período de pandemia

Arnaldo Rodrigues
A inesperada pandemia trouxe consequências negativas para a vida económica de todos nós. No entanto, não podemos nos deixar mergulhar por esta negatividade, sendo necessário arranjar soluções a fim de combater situações desagradáveis por ela geradas. É neste sentido que lhe iremos fornecer as seguintes sugestões: 1. Acredite em si próprio     Apesar das circunstâncias atuais lhe puderem obrigar a uma mudança de planos, há que acreditar na sua capacidade de conseguir (...)
26.Mai.20

Dicas para não cair em burlas

Arnaldo Rodrigues
É muito comum pensarmos que dificilmente seremos vítimas de burlas e esquemas fraudulentos. No entanto, o desenvolvimento destes esquemas está tão bem conseguido que facilmente podemos acreditar que fomos contactados por uma entidade credível.  Contudo, existem vários indícios que podem comprovar que aquele tipo de comunicação é uma tentativa de burla. Por essa razão, dar-lhe-emos três dicas que o ajudarão a identificar quaisquer tipo de burlas.    Confirmar os Contatos  (...)
17.Abr.20

Dicas para reduzir o consumo em sua casa

Arnaldo Rodrigues
Se já se deparou com uma fatura mais elevada do que estava à espera e pretende poupar nesse sentido, este artigo aconselhá-lo-á nesse sentido.    Verificar a tarifa e reduzir o consumo em determinadas horas   É fundamental estar informado acerca das tarifas que estão associadas aos seus contratos de luz e gás, pois se tiver uma tarifa bi-horária ou tri-horária ser-lhe-á possível ajustar uma boa parte do seu consumo às horas em que é mais barato. Deste modo, poderá (...)
19.Mar.20

Coronavírus

Arnaldo Rodrigues
Com a evolução do Covid-19 em Portugal, foi decretado não só os fechos de escolas e universidades, como também a redução do número de espaços públicos, como por exemplo, restaurantes, centros comerciais e até mesmo supermercados.  Cada vez mais tem se sentido a necessidade de apelar aos portugueses para ficarem em casa e cumprirem a quarentena voluntária de forma a que consigamos obter juntos o objetivo de diminuir a propagação do vírus. Em consequência deste isolamento (...)